Síndrome de Asperger – existe cura real para isso?

Se você conhece uma criança com um grau maior de comprometimento da
linguagem do que outras crianças ou com habilidades de comunicação
diminuídas e também exibe um padrão restritivo de pensamento e
comportamento, ela pode ter a síndrome de Asperger. Essa condição é
mais ou menos semelhante à do autismo clássico. A principal
diferença entre o autismo e a síndrome de Asperger é que a criança
que sofre da síndrome de Asperger mantém suas habilidades
linguísticas precoces.
O sintoma peculiar da síndrome de Asperger é o interesse obsessivo
da criança em um único objeto ou tópico, com exclusão de qualquer
outro. A criança que sofre da síndrome de Asperger quer saber tudo
sobre esse tópico.

Conheça Plano de Saude no Rio de Janeiro
Às vezes, seus padrões de fala e vocabulário podem se assemelhar ao
de um pequeno professor. Outros sintomas de Asperger incluem a
incapacidade de interagir com sucesso com os colegas, movimentos
desajeitados e descoordenados, rotinas ou rituais repetitivos,
comportamento social e emocionalmente inadequado e problemas de
comunicação não-verbal, mas não menos importante.
Os portadores da síndrome de Asperger encontram dificuldade em se
misturar com o público em geral. Mesmo que conversem com os outros,
eles exibem um comportamento inapropriado e excêntrico. O paciente
com síndrome de Asperger pode sempre querer falar sobre seu
interesse singular.